terça-feira, 31 de maio de 2011

Fala-me...

"... e eu esquecerei;
ensiname-me e eu lembrarei;
envolva-me e eu aprenderei."

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Tu tens um medo:


Acabar.
Não vês que acabas todo dia.
Que morres no amor.
Na tristeza.
Na dúvida.
No desejo.
Que te renovas todo dia.
No amor.
Na tristeza.
Na dúvida.
No desejo.
Que és sempre outro.
Que és sempre o mesmo.
Que morrerás por idades imensas.
Até não teres medo de morrer.
E então serás eterno.

Cecília Meireles
Cântico IV

sábado, 28 de maio de 2011

Se...

"...exagerássemos em nossas alegrias como fazemos em nossas perdas, nossos problemas perderiam toda a sua importância."

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Desejo...

o toque dos teus beijos.
Te quero...
com esse jeito manso.
Te chamo...
com teu sorriso sincero.
Te venero...
com teu olhar sincero.
Te espero...
mesmo que dure anos,
não reclamo;
simplesmente te amo.

Rodrigo Deyvson

quarta-feira, 25 de maio de 2011

A terra...


... é insultada e oferece suas flores como resposta.
Rabindranath Tagore

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Ausência

Eu deixarei que morra em mim o desejo
de amar os teus olhos que são doces
Porque nada te poderei dar senão a mágoa
de me veres eternamente exausto
No entanto a tua presença é qualquer coisa
como a luz e a vida

E eu sinto que em meu gesto existe o teu gesto
e em minha voz a tua voz
Não te quero ter porque
em meu ser está tudo terminado.
Quero só que surjas em mim
como a fé nos desesperados.


Vinicius de Moraes

quarta-feira, 18 de maio de 2011

As pessoas...

"... entram em nossas vidas por acaso, mas não é por acaso que elas permanecem..."

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Eu não sei, não sei dizer...

Mas de repente essa alegria em mim
Alegria de viver
Que alegria de viver
E de ver tanta luz, tanto azul!
Quem jamais poderia supor
Que de um mundo que era tão triste e sem cor
Brotaria essa flor inocente
Chegaria esse amor de repente
E o que era somente um vazio sem fim
Se encheria de cores assim

Coração, põe-te a cantar
Canta o poema da primavera em flor
É o amor, o amor chegou
Chegou enfim


Canção do amor que chegou
Vinicius de Moraes
°º♫
°º✿
º° ✿♥ ♫° ·.

sábado, 14 de maio de 2011

Eu aprendi...



...que ignorar os fatos não os altera;
Eu aprendi...
...que quando você planeja se nivelar com alguém, apenas esta permitindo que essa pessoa continue a magoar você;
Eu aprendi...
...que o AMOR, e não o TEMPO, é que cura todas as feridas;
Eu aprendi...
...que ninguém é perfeito até que você se apaixone por essa pessoa;
Eu aprendi...
...que a vida é dura, mas eu sou mais ainda;
Eu aprendi...

...que as oportunidades nunca são perdidas; alguém vai aproveitar as que você perdeu.
Eu aprendi...
...que quando o ancoradouro se torna amargo a felicidade vai aportar em outro lugar;
Eu aprendi...

...que não posso escolher como me sinto, mas posso escolher o que fazer a respeito;
Eu aprendi...
...que todos querem viver no topo da montanha, mas toda felicidade e crescimento ocorre quando você esta escalando-a;
Eu aprendi...
...que quanto menos tempo tenho, mais coisas consigo fazer.

William Shakespeare

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Sonhe...

... com o que você quiser.
Vá para onde você queira ir.
Seja o que você quer ser, porque você possui apenas uma vida
e nela só temos uma chance de fazer aquilo que queremos.
Tenha felicidade bastante para fazê-la doce.
Dificuldades para fazê-la forte.
Tristeza para fazê-la humana.
E esperança suficiente para fazê-la feliz.

Clarice Lispector  °º♫
°º✿
º° ✿♥ ♫° ·.

sábado, 7 de maio de 2011



recados orkut

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Talvez...

... não ser é ser sem que tu sejas...

E desde então, sou porque tu és
E desde então és
sou e somos...
E por amor
Serei... Serás...Seremos...

Pablo Neruda

domingo, 1 de maio de 2011

Aqui onde se espera...


- Sossego, só sossego -
Isso que outrora era,
Aqui onde, dormindo,
-Sossego, só sossego-
Se sente a noite vindo,

E nada importaria
-Sossego, só sossego-
Que fosse antes o dia,

Aqui, aqui estarei
-Sossego, só sossego -
Como no exílio um rei,

Gozando da ventura
- Sossego, só sossego -
De não ter a amargura

De reinar, mas guardando
- Sossego, só sossego -
O nome venerando...

Que mais quer quem descansa
- Sossego, só sossego -
Da dor e da esperança,

Que ter a negação
- Sossego, só sossego -
De todo o coração ?

Fernando Pessoa